julho 14, 2006

Escritor surpreso

Posted in Posts às 7:49 pm por Antonio

Olá, leitor.

Estou satisfeito, e de certo modo surpreso, com a quantidade de pessoas quem lêem esse blog. Não percebia isso, pois poucas pessoas comentam nos meus textos. Você, leitor, deve estar duvidando que um simples blog, escrito por mim ainda, atraia a atenção de tantas pessoas. Bem, digamos que o número de leitores não é muito grande, ele é apenas maior do que o esperado. Para você ter uma idéia, meu caro, criei esse espaço sem muitas pretensões, esperando que apenas uma amiga, a Ana, justamente quem me incentivou a começar a escrever, lê-se meus textos. Escrevia para ela, e um pouco para mim, claro. Para minha surpresa, surgiram alguns comentários de outros amigos. Claro que alguns entraram só porque eu pedi. Alguns deles, por exemplo, nunca mais visitaram esse lugar, talvez por não terem a leitura como hobby, por falta de tempo, ou quem sabe por não terem gostado dos meus artigos, mas isso não vem ao caso. O que importa é que algumas pessoas continuam visitando meu blog e isso me alegra. Dois são os motivos de minha satisfação. O primeiro é saber que meu trabalho em escrever esses artigos não foi em vão, e o segundo é perceber que se uma pessoa visitou meu blog mais de uma vez, significa que de alguma maneira a leitura de meus textos foi prazerosa. Uma leitura prazerosa não implica em uma leitura de boa qualidade, evidentemente, mas isso não importa muito.

Motivo de surpresa para mim, também, foi ler comentários inteligentes acerca de meus textos, ou saber que pessoas que considero inteligentes leram e elogiaram o que escrevi. Aposto que houve uma parcela de falsidade no comentário delas, mas mesmo assim me deixaram feliz, afinal, por mais escassa que tenha sido, houve alguma verdade. Digamos que eu mesmo fiquei feliz ao ler os textos que produzi. Há alguns erros gramaticais, como disse com toda razão minha amiga Ana jornalista, afinal, há trechos com pontuação incorreta e algumas palavras e letras fora do lugar. Também tenho uma dificuldade absurda com minha linha de raciocínio e com a fundamentação de minhas afirmações (quando ela existe). Você, talvez um leitor não muito experiente, pode notar facilmente como viajo nas idéias sem mostrar relação alguma entre elas. Mas seja compreensivo, sou um mero aspirante a engenheiro, e nunca fui muito apaixonado pela leitura e pela escrita. Além do mais, a última vez que escrevi antes de começar o blog foi em uma redação de vestibular, e essa não parece ser exatamente a melhor situação para uma pessoa aprimorar seus dons literários. Entendeu agora a razão de minha satisfação com os textos? Talvez não tenham ficado bons, mas ficaram bem melhores do que o esperado.

Como disse anteriormente, não sei bem ao certo quantas pessoas lêem meus textos devido a ausência de comentários. Fica aqui um pedido, então. Caso leia algum texto meu, por favor comente. Certa vez, uma amiga disse que não havia comentado devido a presença de comentários demasiado inteligentes, e segundo ela, faltava-lhe capacidade de escrever algo tão bom. Caro leitor, um simples comentário já é capaz de me alegrar, não precisa ser algo muito elaborado. É evidente que gosto de receber comentários sábios, como venho recebendo, inclusive alguns bem mais inteligentes do que meus textos (não que isso seja muito difícil, claro). Caso já tenha perdido tempo demais lendo os textos e não queira perder mais tempo ainda comentando, simplesmente registre sua impressão do texto, alguma sugestão, correção, ou então um simples comentário do estilo “passei por aqui, li seu texto, e estou indo embora”. Acredite, isso me deixará muito feliz. Você quer meu bem, suponho, ou pelo menos espero.

Agradeço você, leitor, pela leitura dos textos e pelos comentários. Acho que também devo algumas desculpas, afinal, fiz você perder seu tempo com a leitura do pior texto do blog. Mas não se preocupe tanto com isso, é possível que esse texto perca essa classificação em breve com a publicação de algo pior ainda.

Já encerrando por hoje, comunico que andei pensando em vários assuntos legais sobre os quais escrever aqui, então aguarde alguns textos interessantes nos próximos dias. Caso eles não apareçam, conto com sua compreensão, visto que não será culpa minha, mas sim de uma certa entidade chamada “preguiça”, que conta com as férias para se fortalecer…

Diferente do que pensava, esse lance de escrever não é tão ruim assim…

Que Deus abençoe a todos.

Anúncios

4 Comentários »

  1. Gobr said,

    COEH!

    passei aqui só pra comentar… XD

    e estou fazendo um comment idiota (ô pregui…)

    t+

  2. Daniele said,

    comentando apenas p vc saber q passei por aqui e que li seu texto simm….
    bjussss

  3. Ana Clara said,

    Fico feliz com a referência à minha pessoa; mais feliz ainda em saber que você gostou do estímulo à escrita; e agora estou explodindo de felicidade ao saber que inclui mais um fadado-a-não-escritor a manter e escrever um blog. Como jornalista (e também como amiga), você deve ter a noção da demasiada alegria contida em saber que pude participar deste processo. No mais, continue. Porque, como canso de dizer, limite por limite todo mundo tem.
    Beijos!!!

  4. Inara said,

    Olá amigo!

    Como os demais, estou deixando este comentário para dizer q li seu texto, mas tbm para elogiá-lo, ao contrário do q disse. =]
    E obrigada por me citar no texto, msm sem ter dito meu nome sei q referia-se à mim. Assim como a Ana, fico feliz!!

    Bjoss!!Espero q esteja melhor do dodói! hehehe


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: