junho 27, 2006

Copa do Mundo

Posted in Posts às 3:44 pm por Antonio

Olá, caro leitor.

Acordei quase 10:00 essa manhã. Algo anormal para um dia útil, afinal, todos temos compromissos. No meu caso, faculdade. Mas hoje foi um dia especial. Em mais um dia de Copa do Mundo, a seleção brasileira jogou contra Gana, ao meio-dia. As aulas da faculdade foram suspensas devido ao jogo, visto que os (poucos) estudantes que fossem enfrentariam dificuldades para voltar às suas casas. Posso citar meu pai como vítima do trânsito caótico que se formou devido ao jogo. Natural. Todos indo para a casa ao mesmo tempo. Qualquer atividade produtiva no país foi suspensa graças a um jogo de futebol. Digo mais, qualquer atividade além de gritar, festejar e fazer barulho foi suspensa. O Brasil parou. Até os criminosos cessaram suas atividades para torcer pela nossa seleção, perdendo a oportunidade de várias casas vazias, ruas desertas e policiais ocupados em frente a uma TV.

E você leitor? O que estava fazendo na hora do jogo? Torcendo, é claro. Eu também estava. Afinal, o que seria de nós se perdêssemos um evento tão importante, vital para o desenrolar de nossas vidas e fundamental para nosso futuro? Vamos festejar mais uma “vitória” brasileira!

O Brasil é um país estranho. Toda produção nacional foi suspensa por causa de um jogo de futebol. A população parou para assistir a alguns homens correndo atrás de uma bola. E o mais estranho, se emocionou com isso. Recordo-me da Copa de 1998, em que o Brasil perdeu o título mundial para a França. A câmera focava alguns torcedores chorando e sofrendo por causa da derrota. O que posso dizer dessa situação, leitor? Patética? Sim, essa é a palavra, patética. Meus caros compatriotas, gastem suas lágrimas por coisas mais nobres. Fico imaginando se esses torcedores derramaram uma só lágrima ao assistirem o noticiário e serem informados sobre um assassinato. Duvido. Não seria a vida de uma pessoa mais importante que um título inútil? O que importa ser penta-campeão no futebol? Nada!

Toda a época de Copa do Mundo aqui no Brasil é estranha, até cômica. Vemos um bando de tolos que nunca ligaram para seu país se vestindo com as cores nacionais, colocando bandeiras em carros e colando adesivos “Brasil, rumo ao hexa”. Um pseudo-patriotismo se espalha em todas as camadas da sociedade e canais de comunicação. De repente, os hábitos alimentares e noturnos de nossos jogadores, agora aclamados como heróis nacionais, tornam-se muito importantes. Até onde eu saiba, esses “heróis” não são idolatrados por terem salvo a vida de alguém. Não que eu seja contra o patriotismo, pelo contrário, sou a favor, desde que isso gere uma mobilização em prol do país. Mas esse patriotismo volátil não serve de nada.

Caro leitor, envergonho-me de pertencer a esse grupo, e me sinto confuso ao criticá-lo. Sinto-me mais estúpido do que qualquer outra pessoa, afinal, analiso essa situação patética de Copa do Mundo e mesmo assim não mudarei em nada minhas ações. Sábado que vem você poderá me encontrar em frente a alguma TV, em companhia de mais alguns tolos, torcendo e vibrando por causa de um jogo de futebol.

Que Deus abençoe a todos.

Anúncios

junho 24, 2006

Inauguração do Blog

Posted in Posts às 8:59 pm por Antonio

Olá, caro leitor. Mais um blog no mundo. Acabo de aderir a esse modismo bobo. Mas não se assuste, esse não é mais um blog fútil, ou pelo menos espero que não.

Penso demais às vezes, sobre tudo. Penso sobre o comportamento das pessoas, penso sobre acontecimentos importantes, penso sobre política, penso sobre a sociedade, penso sobre mim mesmo, penso sobre meus sentimentos, penso sobre meu modo de pensar e penso em coisas que nunca pensariam que eu pudesse pensar. Isso todo mundo faz, todo tempo. Sou apenas mais um tolo pensante no mundo. A questão é que sou bem fechado, não gosto muito de discutir nem de conversar sobre as opiniões que formo. E como todos devem saber, ter muitos pensamentos trancafiados não faz bem pra ninguém. Resolvi então compartilhá-los com o mundo. Sim, minha produção intelectual ficará disponível para todos.

Para a decepção de alguns, os textos desse blog não serão tão inteligentes quanto eu gostaria, lembre-se que eu sou apenas um tolo. Mas me esforçarei para produzir bons textos, com boas idéias, e que acrescentem alguma coisa (de boa) à mente de vocês, leitores. Penso se conseguirei tal feito. Espero que sim.

Como você percebeu, leitor, este não será um blog “estilo diário”. Não contarei todas as coisas que fiz, os lugares que visitei e as pessoas com quem falei. Afinal, o cotidiano de um tolo não importa para ninguém. Eventualmente, escreverei sobre algum acontecimento de minha vida, ou sobre como me sinto em determinado dia, ou outro fato desinteressante em um texto desprovido de inteligência. Mas essa não é a idéia principal. Como já dito, tentarei escrever coisas inteligentes.

Cansei. Escrevi muita coisa e acabei não citando nada importante. Quando sentir vontade, começo meu blog de verdade.Escrevi mais coisas no “Sobre mim”, clique no link na parte superior da página para ver. Espero que haja uma segunda visita sua algum dia.

Deus nos abençoe.